linkedin google plus facebook twitter
Home / Candidaturas / Carta de apresentação: como demonstrar o fit cultural

Carta de apresentação: como demonstrar o fit cultural

carta de apresentação

Ao escrever a carta de apresentação deve convencer o recrutador de que se encaixa na cultura empresarial e de que será um benefício para a empresa em termos profissionais. A segunda é fácil de colocar em palavras, mas mostrar que se é um boa adição à equipa em termos de personalidade… não tanto.

Pesquise antes de escrever a carta de apresentação

Antes de se candidatar à vaga deve tentar compreender a “personalidade” da empresa. Pense na empresa como uma pessoa: é mais conservadora? Divertida? Jovial? Formal?

Comece por analisar o website da empresa – em específico a área “sobre”. Se a mesma tiver fotos dos funcionários em poses sérias e uma descrição da sua função, é porque provavelmente a cultura da empresa é bastante formal. Se, por outro lado, em vez de fotografias, aparecem caricaturas ou cartoons dos funcionários com descrições dos seus gostos pessoais, está na presença de uma empresa jovial e descontraída.

Utilize, também, as redes sociais para perceber o tipo de comunicação da empresa. Procure informação sobre os eventos de team-building, dress code da empresa e valores que regem a instituição.

A personalidade que associar à empresa é a que deve utilizar para escrever a carta de apresentação.

Por exemplo, se perceber que a empresa é 100% dedicada ao negócio e gosta de resultados… opte por falar dos seus feitos e quantifique-os.  O tipo de frase que desperta o interesse dos recrutadores de empresas goal-oriented é “na minha empresa anterior aumentei as vendas em 15%”.

Se se candidatar a uma empresa mais jovem e divertida… seja criativo na carta de apresentação e mostre o seu lado mais espontâneo.

 

Mostre a sua personalidade na carta de apresentação

O candidato perfeito é aquele que é compatível com a empresa em termos profissionais e de personalidade.

Os recrutadores procuram pessoas com quem seja agradável trabalhar. Assim,  na carta de apresentação vá além das características profissionais – mostre como se integraria na equipa.

Se se candidata a uma loja de música mencione que tem uma banda (até pode inserir um link para um vídeo). Se a empresa faz pic-nics frequentemente pode mostrar o seu amor por comida e oferecer-se para cozinhar para o próximo pic-nic…. O truque é fazer com que o recrutador pense em si como já fazendo parte da equipa.

 

Personalize as cartas de apresentação

Evite quebrar esta regra de ouro: Nunca envie a mesma carta de apresentação para dois recrutadores diferentes.

É verdade que, quando responde a dezenas de ofertas de emprego, pode sentir-se tentado a utilizar sempre a mesma carta de apresentação. Prefira qualidade a quantidade. Dedique mais tempo a cada candidatura e terá melhores resultados. As empresas não gostam de se sentir “só mais uma” das muitas a que se candidatou.

Adapte a carta de apresentação a cada empresa utilizando exemplos dos seus produtos ou notícias recentes. Também pode pesquisar no LinkedIn pelos funcionários da empresa. Por exemplo, se o entrevistador tiver estudado na sua faculdade, tenha o cuidado de referir o nome da mesma. O recrutador identificar-se-à imediatamente consigo.

 

Deseja muito determinado emprego? Prove-o na escrita e demonstre a sua paixão pela indústria e empresa. Seja honesto, mostre a sua personalidade única e faça-os acreditar que seria uma excelente adição à equipa.

 

Fonte: The Daily Muse

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

2 comments

  1. Compreendo que para empregos e áreas especificas é favoravel fazer os curriculos personalizados. Infelizmente para a maioria das pessoas e tratando-se de funções que não são necessárias uma especialização, levando em conta que em média procuram mais por trabalho que alguém com uma formação e qualificação especifica, apresento a seguinte proposta:

    Crie curriculos por áreas;

    As cartas de apresentação escreva à mão quando se vai candidatar. Os especialistas defendem que as cartas de apresentação devem ser escritas à mão. Desta forma pode falar diretamente na empresa onde vai pedir trabalho. Aproveite e assim traz ao seu curriculo uma maior qualidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*