linkedin google plus facebook twitter
Home / Decisão / Oferta de Emprego: 6 boas razões para não aceitar

Oferta de Emprego: 6 boas razões para não aceitar

não aceitar oferta de emprego

No mercado de trabalho de hoje em dia, pode parecer uma loucura recusar uma oferta de emprego. Se é verdade que é difícil conseguir um emprego, também é verdade que ser feliz e fazer uma boa escolha é imperativo.

É óbvio que não existe um trabalho ideal e que satisfaça todos os seus requisitos – mas se esperar mais um pouco, uma oportunidade melhor pode estar a caminho.

Porque não deve aceitar qualquer oferta de emprego?

Trabalhar numa empresa com a qual não se identifica, numa função aborrecida e com um ordenado injusto pode ser emocionalmente desgastante. Quando assina um contrato de trabalho é porque está a pensar ficar na empresa por um longo período de tempo… Vê-se a fazer um frete no emprego durante vários anos?

É também possível que aceitar essa oferta de emprego tenha um impacto negativo na sua carreira profissional, especialmente se não houver possibilidade de crescimento dentro da empresa.

As principais razões para não aceitar todas as oportunidades de emprego são:

1. Missão da Empresa/Cultura Empresarial

Deve estar em linha com os valores e objecto de trabalho da empresa. Imaginemos, por exemplo, que é apologista da utilização de energias renováveis e integra uma empresa que comercializa apenas energia petrolífera. Dificilmente vai falar sobre a sua empresa com um sorriso.

Também deve analisar cuidadosamente a cultura empresarial e ambiente de trabalho. Sentir-se-ia integrado numa empresa super-competitiva e com estrutura hierárquica muito definida ou preferia uma empresa mais descontraída e desafiante, como uma start-up?

Se a missão e cultura da empresa não o entusiasmam, é provável que não venha a ser um colaborador produtivo, o que pode levar ao seu despedimento.

2. Impossibilidade de Crescimento

Todas as experiências profissionais devem acrescentar algo ao seu Curriculum Vitae: mais responsabilidade, cargo mais elevado, projectos mais desafiantes… Se esta oferta de emprego não contempla uma possibilidade de progressão na carreira, pode ser boa ideia recusá-la.

Antes de aceitar, pergunte-se: “Vou adquirir novas competências?”, “Existe margem para promoção no futuro?”, “As minhas responsabilidades vão aumentar?”, “Vou ter a possibilidade de gerir uma equipa futuramente?”.

3. Sinais vermelhos

Pormenores tão simples como receber e-mails do recrutador fora de horas, ficar muito tempo sem uma resposta por parte da empresa ou ter tido uma má experiência na entrevista de emprego (como um futuro colega rude) devem ser tidos em conta na altura da decisão.

A existência de muitos sinais vermelhos pode indicar que a empresa é desorganizada. Quer trabalhar neste tipo de ambiente?

4. Não é a altura certa

A verdade é que muitas vezes não se pode dar ao luxo de rejeitar uma proposta de emprego só porque o momento não é o mais adequado. Mas se tem muitas propostas em cima da mesa (ou sente-se confiante de que virá a ter depois de ter ido a várias entrevistas), pense duas vezes antes de aceitar.

Se possível, aguarde para ver se outras empresas lhe fazem ofertas ou faça aquela viagem longa que anda a planear há anos. Se a empresa estiver mesmo interessada em si, esperará.

5. Salário/benefícios

O dinheiro é, sem dúvida, um dos factores que mais pesam na decisão de aceitar ou não um emprego. No mercado de trabalho actual, as empresas procuram pessoas que façam mais, por menos. No entanto, deve conhecer o seu valor e não aceitar um salário injusto, até porque pode ter consequências negativas a nível familiar (dificuldade em “pagar as contas”, por exemplo).

Aprenda a negociar o seu ordenado e benefícios – quem sabe não acaba por aceitar uma contra-proposta da mesma empresa?

6. Instinto

Pode parecer um conselho estranho, mas a realidade é que o seu instinto inicial pode ser um factor determinante na decisão de integrar uma nova empresa. Se algo lhe diz que não devia trabalhar naquela empresa/função, é porque se apercebeu de algum sinal vermelho por parte do recrutador.

Tente compreender porque é que o seu instinto está a dizer-lhe para não aceitar. Se tiver alguma dúvida, peça mais esclarecimentos ao empregador.

 

Nem sempre se encontra numa posição em que pode rejeitar a oferta de emprego mas, por vezes,  esta pode ser a melhor decisão. Liste os prós e contras para perceber se deve aceitar a proposta.

Fonte: The Daily Muse

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*