avaliar oferta de emprego

Quando lhe oferecem um emprego (seja porque foi o candidato escolhido no processo de recrutamento, ou seja porque alguém o contactou directamente para ocupar a vaga), e mesmo que queira o trabalho, peça ao recrutador o tempo necessário para avaliar a oferta de emprego e estar absolutamente certo de que aquela é a função ideal para si. Para além disso, pense também se a remuneração e regalias são razoáveis.

Eis alguns conselhos sobre como avaliar, negociar, aceitar ou recusar ofertas de emprego:

Avaliar uma oferta de emprego

Ao avaliar uma oferta de emprego, não se esqueça de ter em conta todo o pacote de regalias e não apenas o ordenado.

Conheça aqui as regalias mais comuns nas empresas.

Pondere os benefícios e regalias, o tempo que gastaria de viagem, horário de trabalho, e ainda a cultura da empresa. Pense bem nos prós e contras.

Se necessário, faça uma lista e pese todas as alternativas e opções antes de tomar uma decisão.

Negociar uma oferta de trabalho

Se a oferta de emprego lhe agrada de uma maneira geral, mas há uma ou outra coisa que gostaria que fosse um pouco diferente, tente negociar com o recrutador. Para isso:

  • Confie em si mesmo
  • Não tenha medo de perguntar (não vai perder o emprego por isso – o pior que pode acontecer é ouvir um “não”)
  • Leve argumentos válidos – informe-se sobre o que outras empresas oferecem para a mesma função

Atenção: a negociação só deve ser feita depois de ter a certeza de que é a pessoa escolhida para a vaga em aberto. Nunca tente negociar numa entrevista de emprego.

Como negociar uma oferta de emprego

Qual é a melhor maneira de fazer uma contra-proposta? E quando é que deve parar de negociar e aceitar ou rejeitar o valor do ordenado?

Não há uma resposta certa para isto. Se o pacote de benefícios não é o que está à espera, pode perguntar se há alguma flexibilidade no futuro. Mas, se o empregador não se mostra satisfeito com a negociação, mais vale parar.

Dada a competitividade do mercado de trabalho, a alta taxa de desemprego e o elevado número de candidatos qualificados para ofertas de emprego em aberto, tenha cuidado com o excesso de negociação. Se até está satisfeito com a oferta de uma forma geral, não force muito as coisas.

Aceitar uma oferta de emprego

Quando aceitar a oferta de trabalho, escreva um email ou uma mensagem formal e educada ao recrutador. O texto pode ser breve, mas deve incluir o seguinte:

  • Agradecimento pela oportunidade
  • Aceitação por escrito da oferta de emprego
  • Os termos e condições de emprego (salário, benefícios)
  • A data a que fica disponível para a função

Recusar uma oferta do trabalho

Se optou por rejeitar a oferta de emprego, também deve escrever uma carta, ou email, o que o vai ajudar a manter uma relação positiva com o empregador. Isto pode vir a ser importante se um dia quiser candidatar-se a outra função, por exemplo.

Não precisa de dar muitos detalhes sobre os motivos da recusa. É conveniente apenas mencionar uma razão: pode ter aceite outra oferta, pode ter decidido que é melhor ficar no seu emprego actual, ou em última análise, dizer que a proposta não alcança os seus objetivos.

Quando recusar uma oferta do trabalho

Mesmo que esteja desesperadamente à procura de emprego, não quer dizer que não possa recusar uma oferta de emprego se sentir que não é adequado para si por algum motivo. Pense seriamente em recusar uma oferta de trabalho quando tem dúvidas sobre:

Se estas questões não estão claras para si, se o incomodam ou se até já sabe que não o satisfazem, pondere se não será melhor recusar logo a proposta de emprego, em vez de a aceitar e pouco depois ter de desistir.