função pública recrutamento técnicos superiores

Já está aberto o concurso para a inserção de mil técnicos superiores no mercado. O Ministério das Finanças avançou que a contratação destes técnicos especializados tem o propósito de preencher vagas em diversos ministérios.

Segundo a tutela dirigida às redações, o Governo «…procura reconstituir e revitalizar o corpo técnico da Administração Pública, apostando nas áreas estratégicas do Estado e recuperando a sua massa crítica.».

Estas contratações também vão permitir «…dotar os centros de competências e os serviços de trabalhadores qualificados em áreas especializadas, garantindo assim adequados níveis de funcionalidade dos serviços públicos».

Com este processo será possível estruturar reservas de recrutamento para a carreira geral dos técnicos superiores «…com vista à constituição de vínculo de emprego público na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas, por tempo indeterminado, em diferentes áreas: jurídica; económico-financeira; planeamento, controlo e avaliação; relações internacionais e ciência política e estatística, reforça o Ministério de Mário Centeno.

A tutela refere ainda que os candidatos pré-selecionados, através de uma prova de conhecimentos e de uma avaliação psicológica, farão parte de uma bolsa de recrutamento durante 24 meses, permitindo aos órgãos ou serviços requisitarem os seus serviços quando tiverem necessidades de suprimento de pessoal.

O concurso estará aberto durante 15 dias úteis, começando a partir da data de publicação do aviso na Bolsa de Emprego Público (BEP) – que ocorreu no dia 8, em www.bep.gov.pt. Para este concurso são admitidos profissionais com ou sem vínculo de emprego público previamente estabelecidos.

 

Fonte: Notícias ao Minuto