procura de emprego

 

Durante a procura de emprego, é importante perceber o que o distingue dos outros candidatos, para que possa basear as suas candidaturas no que lhe dá vantagem sobre os demais. Uma boa forma de se auto-analisar é fazer uma análise SWOT ou FOFA.

Como fazer a sua auto-avaliação?

procura de emprego SWOT

Forças na procura de emprego:

As forças são as características pessoais positivas, que o ajudarão na procura de emprego. Listar os seus pontos fortes poderá ser uma experiência divertida e recompensadora. Tente pensar nas características que o podem ajudar a conseguir o emprego que pretende. Exemplos de forças:

  • Características pessoais positivas;
  • Competências relevantes para a função a que se candidata;
  • Experiência profissional anterior;
  • Estudos académicos;
  • Uma forte rede de networking
  • Entusiasmo e paixão pela sua área de trabalho.

 

Fraquezas na procura de emprego:

As fraquezas são os seus atributos internos negativos, os quais considera que deveria melhorar. Lembre-se que, na entrevista de emprego, terá que responder quais os seus defeitos. Em vez de tentar “disfarçar” uma característica positiva de negativa (por exemplo, ser perfeccionista), mostre ao entrevistador que sabe reconhecer os seus defeitos e está a trabalhar para os melhorar. Exemplos de fraquezas:

  • Qualquer característica psicológica negativa;
  • Maus hábitos de trabalho;
  • Falta de experiência relevante para a função;
  • Falta de conhecimentos académicos;
  • Não ter a certeza de qual a carreira que se pretende seguir.

 

Oportunidades na procura de emprego:

A identificação de oportunidades externas poderá guiá-lo na mudança de carreira. Procure compreender o mercado de trabalho e adaptar-se, agarrando as oportunidades mais aliciantes. Se o mercado de trabalho “pede” formação adicional, destaque-se dos demais candidatos ao integrar cursos de formação específicos para as competências mais procuradas. Exemplos de oportunidades:

  • Tendências de desenvolvimento na sua área;
  • Crescimento da economia (não se aplica neste momento, mas futuramente poderá ser uma realidade);
  • Uma vaga de trabalho que surgiu recentemente;
  • Um novo projecto da empresa a que se candidata (ou da sua empresa, caso pretenda uma promoção);
  • Procura de uma competência específica;
  • Utilização de novas tecnologias;
  • Membro da rede de networking importante.

 

Ameaças na procura de emprego:

As ameaças são as forças externas que jogam contra si na procura de emprego. Liste tudo o que pode prejudicá-lo e procure arranjar uma solução para ultrapassar. A aposta na formação pode ser uma excelente forma de transformar uma ameaça numa oportunidade. Exemplos de ameaças:

  • Reestruturação fabril – corre o risco de a sua vaga ser substituída por um robô ou máquina industrial;
  • Alteração do padrão no que se refere à procura de um profissional para ocupar uma vaga – pode já não cumprir com todas as características;
  • Exigência de licenciatura para determinados trabalhos;
  • Redução na procura  de uma das suas principais competências (por exemplo uma Língua que esteja a cair em desuso);
  • Evolução da tecnologia para a qual não está preparado;
  • Características pessoais e profissionais dos demais candidatos;
  • O recrutador, caso não tenha ficado impressionado com o seu curriculum vitae ou entrevista de emprego.

Faça uma análise SWOT a si mesmo e identifique aquilo que deve destacar na sua candidatura, bem como os pontos onde pode melhorar!