escrever carta de apresentação

Gostava de ter uma carta de apresentação inspiradora e que desperta curiosidade? O melhor é mostrar inovação- escrever de forma diferente do que os candidatos geralmente fazem. Quase 1 em cada 5 recrutadores dá primazia aos candidatos com uma carta de apresentação criativa.

Se o primeiro parágrafo for interessante, o recrutador vai analisar a sua candidatura com mais atenção. Para surpreender as empresas, leia estes seis exemplos de formas originais de começar a carta de apresentação.

1. Faça uma lista

Utilize números para mostrar que é o candidato ideal. Também pode fazer uma lista das suas competências mais relevantes para a função.

Exemplo:

“640 horas, 50 voluntários, 8 semanas e muita determinação é o necessário para organizar a Exposição Anual de Artesanato.

Como organizador de eventos profissional, adquiri experiência suficiente para cumprir os prazos, responder às exigências e garantir a total satisfação dos Clientes. Por esse motivo, acredito ser o candidato ideal para a vaga de Events Planner na Empresa X.”

2. Utilize uma citação/referência

Utilizar uma citação do seu autor favorito (ou de um especialista na área) pode ajudá-lo a mostrar porque é o candidato que a empresa procura. Escolha uma frase que se relacione com a sua experiência, vocação e a função a que se candidata. Utilize-a para resumir as suas qualificações.

Exemplo:

“Steve Jobs disse “Design is not just what it looks like and feels like. Design is how it works.” Acredito plenamente neste teoria e, por isso, especializei-me em ergonomia no local de trabalho. Conto já com seis anos de experiência em design de mobiliário, pelo que acredito ser o candidato ideal para a vaga de Designer Industrial na vossa Empresa.”

3. Conte uma história relevante

A carta de apresentação serve para mostrar ao empregador a sua personalidade. Deixe-a transparecer através de uma história pessoal – afinal de contas, as empresas estão à procura de pessoas, não máquinas. Começar com uma anedota (breve narração de caso verídico pouco conhecido) ajuda-o a mostrar que se integraria na cultura empresarial.

Exemplo:

“Desde pequeno que a minha mãe me levava ao futebol. Lembro-me de pensar que, quando fosse adulto, ia trabalhar junto a aquele campo. Esse sonho aliou-se à vontade de cuidar dos outros e levou-me a estudar Fisioterapia. Esta paixão, dedicação e entrega total fazem de mim o candidato ideal para fisioterapeuta do vosso Clube.”

4. Fale dos seus sonhos, aspirações e objectivos

Para além de saberem quais as competências que fazem de si o candidato ideal, os empregadores também gostam de perceber porque escolheu aquela área. Ao perceber que o candidato gosta mesmo do que faz, sabem que vai estar mais motivado para desempenhar a função, o que lhe dá vantagem sobre os outros.

Exemplo:

“A tecnologia fascina-me. A forma como interliga as pessoas e abre novas linhas de comunicação nunca deixa de me surpreender. Para poder partilhar esta paixão com os outros, criei um blog onde dou a conhecer os desenvolvimentos mais relevantes do mundo Tek.

Quando soube que estavam à procura de um Junior Digital Marketeer para promover a vossa start-up, soube que era a oportunidade ideal para juntar as minhas duas paixões: tecnologia e comunicação digital.”

5. Imagine que não está a escrever uma carta de apresentação

Finja que não está a escrever uma carta/e-mail para se apresentar. Em vez disso, imagine que conseguiu o emprego e, num dia normal de trabalho, um colega lhe  pergunta o que é que o levou a candidatar-se àquela empresa. Transforme essa conversa num bom parágrafo inicial para a sua carta de apresentação – conseguirá demonstrar facilmente o seu interesse.

Exemplo:

“Quando soube que a Criança Segura estava a recrutar um contabilista, decidi logo que me ia candidatar. Estive muito tempo à procura de um local onde possa ajudar enquanto pratico a minha profissão. Trabalhar numa IPSS permite-me aliar a minha paixão por números a uma boa causa, e isso é algo que eu não podia deixar passar ao lado.”

 

6. Impressione em poucas palavras

Quanto mais curta e poderosa for a primeira frase, mais probabilidade tem de cativar a atenção do recrutador. Experimente utilizar a teoria do Twitter e encurte a sua introdução para, no máximo, 140 caracteres.

Exemplo:

“Deixe-me explicar-lhe como é que a minha experiência em Engenharia o poderá ajudar a proteger o ambiente.”

 

Lembre-se que estes são somente exemplos de como pode iniciar a carta de apresentação. Deve escrever a sua, adequando-a à vaga e empresa a que se está a candidatar.

 

Fonte: AOL Jobs