7 passos CV

Escrever um bom CV não tem que ser uma tarefa difícil. Siga estes passos para ser bem sucedido:

1. Escreva um bom Resumo

No início do CV, escreva um curto parágrafo que resuma as suas competências e experiência anterior. Mencione apenas aquilo que faz de si o candidato ideal para a função.

Evite clichés e lugares-comuns como “pró-activo e trabalhador” – em vez disso, destaque, por exemplo, o número de anos de experiência na área ou as suas competências mais relevantes para a função.

2. Indique as suas principais competências

Faça uma lista das suas competências profissionais, linguísticas, informáticas e soft skills. Quais as que são mais relevantes para o empregador?

Utilize-as durante o CV, integrando-as nas frases que escrever. Dependendo do tipo de currículo que estiver a utilizar, também pode fazer uma lista por bullets das suas competências.

3. Coloque a experiência profissional por ordem cronológica inversa

Indique a experiência mais recente em primeiro lugar. Para o recrutador é mais importante saber o que tem feito ultimamente do que aquilo que fez no início da carreira.

A excepção a esta regra ocorre quando a sua experiência profissional mais relevante não foi a última. Nesse caso, opte por escrever em primeiro lugar o emprego que mais se assemelha ao que se candidata. Para evitar confusões, indique claramente os períodos em que esteve em cada empresa.

4. Mencione casos de sucesso

Dê exemplos da forma como ajudou as empresas anteriores. “Liderei uma equipa de 15 comerciais da Empresa X e consegui ultrapassar os objectivos de Vendas durante 3 anos.” diz muito mais de si como profissional do que “Líder de equipa Comercial”.

Utilize verbos de acção para ficar na memória do empregador.

5. Junte detalhes

Para além do percurso académico, lembre-se que os seus hobbies, trabalhos de freelance e até alguns trabalhos temporários/ noutra área, podem ser uma vantagem no CV.

Não se esqueça de adicionar os seus contactos (telemóvel, e-mail e perfil do LinkedIn) ao início do documento – facilite ao recrutador entrar em contacto consigo.

6. Edite o CV

Retire possíveis erros ortográficos, torne o texto simples de ler e faça com que o seja CV visualmente apelativo.

Ponha-se do lado do recrutador: ao ler os primeiros 3 parágrafos do currículo fica com curiosidade para ler mais? O texto é de fácil compreensão? O documento tem “espaço para respirar”?

Edite o documento até ter a certeza que não vai parar à pilha dos “rejeitados”.

7. Envie-o em conjunto com uma Carta de Apresentação

Por último, escreva uma carta de apresentação que demonstre que é o candidato ideal para aquela função. Mostre-se em linha com a cultura da empresa e desperte a curiosidade em relação ao seu CV.

 

Fonte: Lifehack