A ideia de que você pode não ser o candidato ideal para todos os tipos de emprego porque não tem um diploma, está errada! Para se destacar, saiba como criar um currículo (CV), mesmo não tendo formação superior.

Há muitos empregos (incluindo bem remunerados) que não exigem que tenha o diploma.

Então, se você não tem um curso superior e está a competir com candidatos que o tenham, terá de ter uma forma de se destacar, ou seja, terá de ser estratégicos ao criar o seu currículo.

Vamos-lhe dar alguns cenários típicos entre candidatos não formados e explicar como lidar com cada um, ao criar o seu currículo.

Não concluiu o seu curso (e não tem previsão para o fazer)

Muitas vezes acontece estar a fazer a sua formação e por motivos pessoais não pode continuar.

Então, caso esteja a fazer uma pequena pausa e saia quando espera terminar o curso, refira a data prevista no seu currículo. Mas, caso não saiba quando pode vir a terminar a sua formação ou se pretende mesmo fazê-lo, não omita isso no CV.

Assim, poderá mencionar o curso na seção de educação e se as disciplinas que você estudou forem diretamente relevantes para a função a que se candidata, refira algumas. Damos-lhe um exemplo:

EDUCAÇÃO

Michigan Technological University, Houghton, MI
Curso para BS, Contabilidade (Análise de Dados, Planejamento e Análise Financeira, Auditoria Interna / Externa).

Não tirou um curso superior, mas tem um curso profissional

Este é um cenário muito comum, você não tirou um curso superior, mas sim um curso profissional. Com isto, tem habilidades profissionais relevantes e benéficas. Então, mencione!

Pode inserir essa formação na secção de educação, veja o exemplo:

EDUCAÇÃO

Pós-graduação da Academia da North American Dealers Association (NADA) 2018 – Currículo em Liderança Empresarial, Operações Fixas e Variáveis, Gestão Financeira

Curso de Princípios de Liderança (Online) da Arizona State University

Não tem um curso superior, mas tem formações relevantes

Há ofertas de emprego em que o empregador não exige curso superior e pode pedir formação em certas áreas, licenças ou certificações.

Então, se tem algo que se enquadre no que o recrutador solicita, isso poderá dar-lhe uma pequena vantagem, certifique-se de torná-las fáceis de encontrar no seu currículo.

Inclua na secção da Educação/Formação, no seu currículo, ou, em caso de licenças ou certificações, poderá colocar assim:

CERTIFICAÇÕES / LICENÇAS

Certificação CompTIA Security + CISSP (Certified Information System Security Professional) Scrum Master Certificado

Não tem um curso superior, mas tem experiência

Se a empresa a que se candidata exigir um curso superior, você poderá precisar de considerar a sua candidatura. Mas, se é relevante a experiência, não perca a oportunidade.

Poderá mostrar ao recrutador que você é um candidato bem mais interessante do que um candidato com curso superior, porque você tem experiência de trabalho na área e funções solicitadas.

Inclua a sua experiência nessa mesma secção do seu currículo, veja o exemplo:

STEEZY SK8 , San Diego, CA, 2004–2007
Proprietário
Aos 18 anos, lançou e liderou uma loja de varejo que foi nomeada 2006 Board Retailers Association “Varejista de Snowboard do Ano”. Esta experiência proporcionou uma visão inestimável do skate e sua profunda influência na cultura pop global.

 

Procure todas as oportunidades de transformar algo solicitado pelo empregador, na sua arma secreta ao criar o seu CV não tendo formação superior.

Certamente, diplomas universitários podem ser vantajosos ou necessários para certas funções, mas muitos empregadores estão simplesmente à procura dos melhores candidatos.

Fonte: The Muse