Quanto tempo se deve dedicar à procura de empregoEstá atualmente desempregado? Saiba neste artigo quanto tempo deve dedicar à sua procura de emprego a fim de obter os melhores resultados possíveis.

A verdade é que não existe uma resposta certa ou errada. Esta depende das suas responsabilidades e do que precisa de fazer para ser selecionado.

Determine um horário

Existe uma diferença entre não dedicar o tempo suficiente e passar demasiado tempo à procura de emprego. Se não comprometer o tempo suficiente, a sua procura não terá resultados. Por outro lado, se vive os dias obcecado com a procura de emprego, o mais provável é acabar desgastado.

Contudo, existe uma vantagem em determinar um horário, para que possa dedicar-se a atividades que o vão ajudar a conseguir o emprego.

Tal e qual como se de um horário do secundário ou da faculdade se tratasse. Divida o seu dia por essas atividades, incluindo períodos de descanso.

Quanto tempo deve dedicar à procura de emprego?

É fácil dizer que a procura de emprego deve ser um trabalho a tempo inteiro, mas se formos realistas, 40 horas semanais à procura de emprego é muito mais do que qualquer pessoa consegue aguentar.

De acordo com um estudo realizado pelo CareerBuilder, em média, os candidatos dedicam 11 horas por semana à procura de emprego. Por isso, se conseguir passar esta média já se encontra à frente da competição.

Um período razoável está à volta das 25 horas semanais para quem está desempregado. Se está de momento empregado, pelo menos 15 horas semanais é um período de tempo mais realista.

A quantas ofertas se deve candidatar?

Tal e qual como o tempo, o número de ofertas a que se candidata vai depender do género de emprego que procura. Assim como a indústria e a procura por um profissional com as suas qualificações e competências.

Mais não significa melhor. É mais sensato dedicar um pouco mais de tempo a escrever uma carta de apresentação e um currículo personalizado e dirigidos à posição e à empresa a que se está a candidatar.

Quanto mais mostrar que é o candidato ideal para o cargo, melhor será a sua oportunidade em ser selecionado para uma entrevista.

Como distribuir as horas semanais

Em detalhe, 25 horas semanais à procura de emprego podem ser realizadas assim:

  • 5 horas por semana – redefinir os seus materiais, como currículo, cartas de apresentação, follow-ups e emails
  • 3 horas por semana – pesquisar e candidatar-se a ofertas online, incluindo portais de emprego, tal como o Alerta Emprego
  • 3 horas por semana – destacar empresas nos setores e localidades do seu interesse. Incluindo o preenchimento de perfis online e envio de currículos para as bases de dados das empresas (Software de Recrutamento)
  • 3 horas por semana – participar em entrevistas. Feiras de emprego também devem ser incluídas. Nota: o tempo vai variar consoante o número de entrevistas marcadas
  • 11 horas por semana – dedicadas a atividades de networking

Deixe um tempo de sobra só para si

Não se esqueça, estes esquemas apenas têm o propósito de o ajudar a criar o seu próprio ritmo e calendário de atividades. O importante é encontrar o equilíbrio certo para si, sem se esquecer de colocar um tempo de descanso para recuperar a energia e o espírito.

Além disso, 25 horas por semana é quase o equivalente a um emprego de part-time, por isso terá imenso tempo extra. Uma vida equilibrada vai ajudá-lo a manter a energia que precisa para uma procura de emprego de sucesso.

 

Fonte: The Balance Careers

 

Saiba Mais:

Está atualmente desempregado? Saiba neste artigo quanto tempo deve dedicar à sua procura de emprego a fim de obter os melhores resultados possíveis.

Se está a sentir dificuldades e a ficar desmotivado na sua procura de emprego, é essencial saber como lidar com a situação. Por isso, conheça estas dicas para ser contratado mais depressa.

Aproveite a oportunidade e aprenda neste artigo a demonstrar que é o candidato ideal durante a sua procura de emprego e através dos seus pontos fortes e imagem de marca.

Por outra perspetiva, pode ser desanimador não passar à próxima fase, mas não perca a esperança. Conheça aqui as três dicas para superar a rejeição durante a procura de emprego.

Estenda a sua pesquisa de emprego ao nosso portal! Conheça o Alerta Emprego onde terá acesso a diversas oportunidades profissionais para várias regiões e candidate-se.

Para além disso, a nova ferramenta do Alerta Emprego permite filtrar as oportunidades profissionais por regime de tele-trabalho. Conheça todas as ofertas disponíveis desta categoria.