Procura de Emprego: dicas para ser contratado mais depressa

Está atualmente à procura de emprego? Está a sentir dificuldades e a ficar desmotivado? Então conheça estas dicas para ser contratado mais depressa.

Procura de Emprego dicas para ser contratado mais depressa

Neste artigo estão 15 dicas que deve conhecer sobre a procura de emprego que o vão ajudar a encontrar uma oportunidade de forma mais rápida. Portanto, observe estas dicas e veja se há algo que não está a fazer e que possa valer a pena tentar.

1. Torne a sua pesquisa mais eficiente e objetiva no Alerta Emprego

Enquanto portal de emprego, o Alerta Emprego disponibiliza ferramentas que permitem filtrar a sua pesquisa. No lugar de apenas navegar pelo portal e ver as ofertas uma a uma, pode utilizar os métodos de filtragem.

Tem a possibilidade de pesquisar por tipo de emprego (o que lhe dá mais jeito neste momento? Full-Time? Part-Time? Prefere em regime de Tele-trabalho?). Além disso, pode filtrar por função, setor, região e tipo de empresa.

2. Candidate-se apenas quando está qualificado para o cargo

Enviar o seu currículo para todas as ofertas que encontra nem sempre é uma boa ideia. Ou seja, não é uma estratégia eficiente. Em vez disso, procure por ofertas de emprego que correspondam às suas qualificações.

Dessa forma, terá uma melhor oportunidade de ser selecionado para uma entrevista. Enviar currículos e cartas de apresentação padronizadas é um desperdício de tempo. Portanto, antes de começar a sua procura, dedique algum tempo a decidir o tipo de emprego que pretende.

3. Não pare de se candidatar a ofertas enquanto espera uma resposta de outra empresa

As rejeições fazem parte do processo de procura de emprego. E a verdade é que poderá ter que enfrentar algumas antes de conseguir um emprego. Em vez de se sentir desmotivado, aprenda com os seus erros e continue a candidatar-se até conseguir a oportunidade ideal.

Parar com as candidaturas enquanto espera pela resposta de uma empresa ou recrutador apenas vai prolongar o tempo da sua procura. No pior dos casos, vai estar a lidar com diversas ofertas de emprego em simultâneo. E isso é um bom sinal.

4. Escreva uma carta de apresentação personalizada que ajude a destacar o seu currículo

Apenas tem alguns segundos para impressionar o recrutador o suficiente para o mesmo o selecionar para a fase das entrevistas. Os recrutadores querem ler no primeiro parágrafo o que pode fazer pela empresa. Aprenda a adaptar as suas qualificações ao anúncio de emprego e a escrever uma boa carta de apresentação.

5. Adapte o seu currículo ao anúncio de emprego

Não é apenas a sua carta de apresentação. O seu currículo deve ser estruturado de modo a corresponder aos requisitos da oferta. Caso contrário, pode não ser validado pelos softwares de recrutamento que as empresas utilizam para filtrar os currículos ou pelo recrutador que está a avaliar o seu currículo.

6. Não é necessário incluir toda a sua experiência profissional

Há candidatos que colocam décadas da sua experiência profissional no currículo. Ainda assim, isso não vai impressionar ninguém. Para além de ser demasiada informação para a maioria das ofertas de emprego, nem toda a sua experiência se enquadra com os requisitos do anúncio.

Selecione e inclua apenas a experiência que realmente mostra que é o candidato ideal para o cargo.

7. Inclua mais do que apenas cargos de full-time

Se tem estado desempregado, é normal que não queira que o seu currículo transmita a ideia que não tem feito nada desde que foi despedido ou que se demitiu. Contudo, existem outros pontos além do seu histórico profissional que pode usar para reforçar o seu currículo.

Aprenda a incluir experiência não profissional no seu currículo a fim de mostrar que é um bom candidato, independentemente do seu historial.

8. Vista-se a rigor

As aparências não deviam de ser um fator importante. Mas a verdade é que são. Os primeiros minutos de uma entrevista de emprego são o momento para fazer uma boa impressão. Assegure-se que está vestido de acordo com a ocasião e de forma apropriada para o tipo de emprego e empresa a que se está a candidatar.

9. Mostre a sua essência na entrevista

Respostas ensaiadas, sorrisos falsos e dizer o que pensa que o entrevistador pretende ouvir são comportamentos que levam o recrutador em erro. A empresa quer conhecer quem está a contratar, e é essa pessoa que o recrutador espera ver no primeiro dia de trabalho.

Conheça os nossos conselhos a fim de mostrar a sua personalidade durante a entrevista de emprego.

10. Partilhar as suas histórias durante a entrevista é uma forma eficiente de reforçar a sua experiência e competências

Uma forma de mostrar ao recrutador do que realmente gosta é através de uma história. Quando for questionado durante a entrevista, transmita as suas competências e experiências específicas. Tal como com a forma com que lidou com determinadas situações (quando aplicável).

Quanto mais concreta for a informação que apresenta, mais o recrutador acredita nas suas qualificações e competências para exercer o cargo.

11. Nunca fale mal do seu antigo patrão

Um dos erros mais comuns em entrevistas de emprego é falar mal do seu antigo patrão ou colegas.

Assim que o fizer, a primeira coisa que o entrevistador vai pensar é sobre o que poderá dizer sobre a sua empresa quando seguir o seu percurso profissional para outra organização.

12. Envie um email de agradecimento após a entrevista

É importante enviar um follow-up após a entrevista de emprego. É uma forma de mostrar a sua gratidão por ter sido considerado para o cargo. Além disso, é uma boa forma de reforçar o seu interesse na vaga e de partilhar algum detalhe que esqueceu ou que não que conseguiu partilhar durante a entrevista.

13. Dedique algum tempo à gestão dos seus contactos

Networking é um componente essencial de uma procura de emprego bem-sucedida. A maioria das vagas são encontradas através de networking, que seja online ou em pessoa. Nunca se sabe quem o pode ajudar a encontrar o seu próximo cargo. Por isso, partilhe com os seus contactos que está atualmente à procura de emprego.

14. As referências podem fazer toda a diferença

As referências são importantes, e os recrutadores verificam-nas. Obtenha recomendações dos seus superiores, colegas, clientes, subordinados e até mesmo fornecedores. Guarde as mesmas no seu perfil de LinkedIn e partilhe-as sempre que possível.

15. É aceitável candidatar-se ao mesmo emprego mais que uma vez

Exemplificando: candidatou-se ao seu emprego de sonho e não recebeu nenhuma resposta. Mais tarde, repara que o anúncio voltou a ser publicado. “Tentar novamente” não tem problema, mas certifique-se que adaptou as qualificações do seu currículo e carta de apresentação aos requisitos do anúncio.

Aproveite e visite o LinkedIn para ver se conhece alguém. Quem sabe se não consegue uma referência desta vez.

 

Bónus:

Atenção aos detalhes: a procura de emprego pode ser desgastante e difícil de acompanhar em determinadas alturas. Assim sendo é importante prestar muita atenção ao seu redor quando quiser impressionar um potencial empregador.

Leia e relei-a tudo antes de enviar: antes de submeter a sua candidatura online ou de enviar a sua carta de apresentação ou o email de agradecimento, certifique-se que não deixou passar nenhuma gralha. Especial atenção com os nomes dos recrutadores e da empresa.

 

Fonte: The Balance Careers

 

Saiba Mais:

Está atualmente à procura de emprego? Está a sentir dificuldades e a ficar desmotivado? Então conheça estas dicas para ser contratado mais depressa.

Tal como referimos anteriormente, é importante deixar uma boa impressão na mente do recrutador. Fique a par deste truque para ser agradável durante a entrevista de emprego. Além disso, conheça os comportamentos que podem passar uma má imagem.

Conseguiu a primeira entrevista? Isso são ótimas notícias! Se este processo passa por duas entrevistas, saiba neste artigo como garantir a segunda entrevista…e quem sabe ficar com o cargo.

Estenda a sua pesquisa de emprego ao nosso portal. Conheça o Alerta Emprego onde terá acesso a diversas oportunidades profissionais para várias regiões e candidate-se.

Para além disso, a nova ferramenta do Alerta Emprego permite filtrar as oportunidades profissionais por regime de tele-trabalho. Conheça todas as ofertas disponíveis desta categoria.

Artigo anterior Covid-19: conheça os direitos dos trabalhadores
Próximo artigo Governo: tele-trabalho deixa de ser obrigatório, mas há uma exceção
  1. Tem relembrado Curriculo e pedidos de emprego (Terceira/Açores) e até ao momento nada de positivo…está para dificultar a via profissional do serviço. (prendaluis206@Gmail.Com)

    1. Bom dia, Luís

      Agradecemos o seu contacto, no entanto não compreendemos o que pretende.
      Pode por favor clarificar?

      Obrigado.

      Cumprimentos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar