Dicas de currículo para trabalhar no Governo

Dicas de currículo para trabalhar no GovernoAmbiciona trabalhar no Governo? Então, conheça as nossas dicas para criar um currículo competitivo e bem-sucedido, de forma a alcançar o seu objetivo.

Candidatar-se a um cargo no Governo é diferente em diversas formas em comparação com a candidatura a emprego no setor privado.

Na verdade, pode até deixar de lado os conselhos sobre a composição de currículos que conhece e ouviu até agora. De acordo com Marylin Santiesteban, Diretora Assistente de Serviços de Carreira na Escola de Governo e Serviço Público, existem outras características a ponderar.

Conheça as dicas de currículo para trabalhar no Governo:

1. Mantenha-se tradicional

Se for enviar uma carta de apresentação e um currículo impresso, então opte por manter um visual tradicional. Quem o diz é James Clift, CEO de uma plataforma de currículos.

Enquanto que alguns empregadores privados mostram interesse num currículo com um design exclusivo, o Governo geralmente prefere algo mais clássico.

O que é que isto significa? Papel de cor neutra, uma fonte conservadora e uma apresentação visual tradicional que descreve os cargos que executou previamente e as conquistas alcançadas em cada um.

2. Siga o processo

Os recrutadores, enquanto profissionais do Governo, separam as listas de candidatos de forma diferente do setor privado. Portanto, seguir as instruções no anúncio de emprego é essencial.

Podem existir prazos mínimos quando se for candidatar. Pode ser necessária a verificação de antecedentes. E se esta candidatura requisitar o preenchimento de um formulário, faça-o.

“Seja diligente de forma a garantir que conclui todas as etapas do processo de candidatura corretamente”.

James Clift, CEO de uma plataforma de currículos.

Passar uma etapa à frente ou não reparar num detalhe poderá levar à eliminação do seu currículo. Leia atentamente o anúncio e a descrição e inclua todos os materiais complementares solicitados.

3. Não deixe nada de fora

Utilize todas as páginas que forem necessárias para providenciar um revisão completa do seu trabalho e educação.

Seja detalhado e não deixe nada de fora. Não quebre os limites de páginas ou quantidades de palavras (não se esqueça, siga o processo), mas não tenha receio de partilhar o máximo possível de forma a defender o seu trabalho.

4. Tenha atenção à linguagem

Geralmente, é importante as suas palavras refletirem o que está na descrição do cargo de forma a mostrar que é o candidato ideal. Tanto para um recrutador, como para um software de recrutamento. Isto torna-se especialmente importante quando se está a candidatar a um emprego no Governo.

“O setor público tende a utilizar referências diferentes em relação ao setor privado. Por isso, certifique-se que está a falar/escrever na mesma linguagem que o setor público”.

James Clift, CEO de uma plataforma de currículos.

Exemplificando, um trabalho de design gráfico no Governo pode implicar a utilização de programas e softwares mais antigos. (Flash ou Dreamweaver) Por outro lado, uma empresa privada poderá trabalhar com ferramentas mais avançadas (Github e Sketch).

Não retire competências do seu currículo, mas sim acrescente competências retroativas (competências que esqueceu por aprender novas) de forma a adaptar o seu currículo ao anúncio de emprego.

Além disso, pode ser necessário algumas alterações aos títulos dos cargos que desempenhou, para seguir a mesma lógica referida acima. Por exemplo, trocar “community manager” para “social media manager” ou até mesmo “customer success agent” no setor privado para “customer support agent”.

5. Torne a sua candidatura pessoal

De acordo com Marylin Santiesteban, a maioria dos currículos são analisados por recrutadores e não por softwares de recrutamento. Por isso, recomenda escrever um currículo dirigido a uma pessoa, em vez de o encher de palavras-chave relacionadas com o cargo e o setor.

“Utilize um vocabulário simples e escreva sobre o que realmente exerceu anteriormente. Mantenha as suas frases curta para facilitar o leitor e utilize palavras que transmitam um significado forte e claro”.

 

Fonte: Monster

 

Saiba Mais:

Ambiciona trabalhar no Governo? Então, conheça as nossas dicas para criar um currículo competitivo e bem-sucedido, de forma a alcançar o seu objetivo.

Num mercado de trabalho tão competitivo como o de agora é importante ter um cv atualizado. Por isso, conheça os tópicos que deve atualizar com frequência no seu currículo.

Não deixe de rever a sua candidatura antes de a enviar. Saiba neste artigo os cinco erros de currículo que pode resolver facilmente.

Está apto para um cargo avançado ou para um papel de líder? Se sim, aprenda neste artigo a criar um currículo para posições de liderança.

Se está com dificuldades em compor o seu currículo, pode conhecer o nosso modelo de cv – descarregue-o de forma grátis e rápida.

Além disso, o Alerta Emprego possui diversos recursos que têm o intuito de o ajudar a conseguir as melhores oportunidades! Conheça todos os recursos disponíveis aqui.

Está à procura de emprego? Então tenha acesso a todas as oportunidades profissionais disponíveis no Portal Alerta Emprego.

Atualmente, o Alerta Emprego também lhe permite pesquisar oportunidades profissionais com a possibilidade de trabalhar a partir de casa. Conheça todas as ofertas disponíveis.

5ª Edição do Job Summit acontece nos dias 14 e 15 de Outubro

Siga-nos

Artigo anterior Job Summit: a opinião dos candidatos sobre as edições anteriores
Nenhum artigo mais recente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar