Empresas em lay-off estão isentas do pagamento de TSUDe acordo com o Ministério da Segurança Social, todas as empresas em regime de lay-off estão isentas do pagamento da Taxa Social Única (TSU).

O lay-off simplificado é uma medida que veio responder ao aparecimento da Covid-19. E foi criado a fim de evitar despedimentos e salvaguardar os trabalhadores e empresas afetadas pela pandemia. Até ao momento, mais de 100 mil empresas aderiram a este regime.

Esta medida prevê que o trabalhador receba dois terços do seu salário, em que 70% são suportados pela Segurança Social e 30% pela própria empresa. Ainda assim, algumas empresas tomaram a iniciativa de garantir aos seus colaboradores a totalidade do seu rendimento. Este ato obrigou o Governo a alertar para a necessidade de serem cobradas contribuições sobre o excesso.

Mas agora, parece que o Governo voltou atrás nesta decisão.

Segundo o ECO, e respondendo ao Jornal de Negócios, uma fonte do Ministério da Segurança Social explica que agora todas as empresas em regime de lay-off estão isentas do pagamento da Taxa Social Única (TSU). O mesmo acontece se o lay-off consistir na redução do horário laboral.

 

Fonte: ECO

 

Saiba Mais:

De acordo com o Ministério da Segurança Social, todas as empresas em regime de lay-off estão isentas do pagamento da Taxa Social Única (TSU).

Se está de regresso ao trabalho, é necessário ter determinados comportamentos a fim de preservar a sua segurança e a dos outros. Conheça todas as recomendações da ACT.

Além disso, fique a par das medidas implementadas pelo Governo a fim de ajudar trabalhadores e empresas.

Enquanto entidade empregadora, sabia que o IEFP está a criar uma medida alternativa ao lay-off? Saiba tudo neste artigo e se está apto a concorrer – as candidaturas já estão abertas.

Aproveite o momento e tome conhecimento do que é necessário para renovar o seu pedido de lay-off simplificado.

Está com processos de recrutamento em aberto? Sente dificuldades em determinados processos?

Então conheça todas as nossas soluções para o auxiliar no recrutamento.

Além disso, tem a possibilidade de anunciar gratuitamente no Alerta Emprego e atualmente temos uma opção que permite indicar aos candidatos que a função permite o tele-trabalho.