Tele-trabalho: 95% dos portugueses quer continuar a trabalhar em casa

Tele-trabalho: 95% dos portugueses quer continuar a trabalhar em casa

O estudo realizado pela JLL em Portugal sobre o tele-trabalho mostra que 95% dos portugueses quer continuar a trabalhar em casa. Saiba mais sobre este e outros resultados obtidos.

A pandemia provocada pela Covid-19 obrigou a implementação do tele-trabalho como um regime alternativo em Portugal. Atualmente, regista-se uma elevada preferência por esta forma de trabalho.

O estudo realizado pela JLL (e divulgado esta terça-feira) em Portugal veio comprovar que essa é a preferência de 95% dos portugueses. Ou seja, os portugueses querem alternar o trabalho à distância com o trabalho no escritório quando for possível o regresso à normalidade.

Em maior detalhe, esta percentagem dos portugueses quer continuar a trabalhar a partir de casa pelo menos um dia por semana. Por outro lado, 57% dos inquiridos considera dois a três dias a dose ideal.

“A transformação digital é a chave da tendência, mas foi a pandemia que obrigou a implementar o tele-trabalho de um dia para o outro e acabou com alguns estigmas desta forma de trabalho. De tal forma que a esmagadora maioria dos portugueses considera que a solução ideal no regresso à normalidade pós-Covid é partilhar os dias de trabalho entre o escritório e a sua casa”

“Tele-trabalho em Portugal”

Foi assim denominado este inquérito que reuniu o contributo de cerca de 1.100 profissionais sobre a sua experiência e desafios em relação ao tele-trabalho. Esta iniciativa teve o objetivo de medir a perceção, adaptação e aceitação deste regime de trabalho, identificando paralelamente as suas vantagens e dificuldades.

Apesar de até aqui o tele-trabalho não ter sido um hábito na vida de grande parte dos profissionais (como indica os 66% dos inquiridos que não trabalhavam remotamente), este regime viu uma grande aceitação por parte dos portugueses. Tanto que existe uma clara vontade em manter o tele-trabalho no futuro.

A capacidade a nível tecnológico e digital das empresas foi determinante para que 86% dos inquiridos considerasse que as suas empresas se adaptaram totalmente ao tele-trabalho. Ou seja, esta percentagem resulta da capacidade da empresa em disponibilizar ferramentas eficazes de trabalho remoto e colaboração em equipa.

Vantagens do tele-trabalho

Os profissionais elegeram algumas vantagens do tele-trabalho, destacando-se principalmente o facto de:

  • Não haver perda de tempo nas deslocações (32%);
  • Não haver as interrupções constantes do escritório (27%),
  • Ter uma Agenda flexível (25%);
  • Ter mais tempo para a família (13%)

Estas vantagens levam a um ganho de produtividade, à redução da pegada ambiental, assim como a uma melhor gestão do tempo que acaba por resultar numa vida mais sustentável (valores importantes para as novas gerações).

O estudo mostra ainda que para 83% dos profissionais é relevante que uma proposta de trabalho passe a considerar o tele-trabalho associado a uma agenda flexível. Poderão começar a ser importantes estes fatores para a captação e retenção de talentos?

A perceção do tele-trabalho

Segundo o estudo, a perceção sobre este regime de trabalho é positiva. Os inquiridos consideram que o tele-trabalho pode contribuir para uma melhoria no desempenho profissional (71%), que não é um impedimento ao crescimento profissional (69%) e que reduz o stress (57%).

Ainda assim, os inquiridos reconhecem algumas dificuldades. Entre elas estão:

  • Tentações da casa (31%);
  • Dificuldade de concentração devido à estrutura familiar (23%);
  • Não possuir um espaço adequado em casa (19%);
  • Tecnologia (13%)

Este inquérito foi realizado pela JLL (Jones Lang LaSalle Incorporated), uma empresa de serviços profissionais especializada em imobiliário e gestão de investimento e operações em mais de 80 países.

 

Fonte: Observador

 

Saiba Mais

O estudo realizado pela JLL em Portugal sobre o tele-trabalho mostra que 95% dos portugueses quer continuar a trabalhar em casa. Saiba mais sobre este e outros resultados obtidos.

Esta nova realidade veio mudar a perspetiva de todos, empresas e trabalhadores. Conheça e compreenda melhor as leis, regras e os direitos do tele-trabalho neste artigo.

De modo a manter a sua produtividade com um alto desempenho, é essencial estabelecer algumas regras. Aprenda a manter o equilíbrio entre o ambiente profissional e pessoal quando é uma mãe ou um pai trabalhador.

Conheça também as nossas dicas para se manter organizado e para gerir o seu tempo da forma mais eficiente.

Se está atualmente à procura de emprego, conheça as ofertas de emprego disponíveis no nosso portal.

Além disso, no Alerta Emprego pode pesquisar oportunidades profissionais com a possibilidade de trabalhar a partir de casa. Conheça todas as ofertas disponíveis.

10 Empresas a Recrutar esta semana em Portugal

Siga-nos

Artigo anterior Lay-off simplificado: a suspensão dos contratos de trabalho por Covid-19
Próximo artigo Tele-trabalho: Governo vai reajustar as regras até ao fim do mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar