Já começou a terceira fase de desconfinamento. Conheça o que vai mudar

terceira fase de desconfinamento

É a partir de hoje, dia 1 de junho, que começa a terceira fase de desconfinamento. Conheça aqui as medidas que entram hoje em vigor e as exceções à regra.

O recente surto na Área Metropolitana de Lisboa levou ao adiamento de algumas restrições previstas na terceira fase de desconfinamento. Por sua vez, foram estabelecidas regras especiais relacionadas com as atividades que envolvem “grandes aglomerações de pessoas”.

Conheça as principais regras definidas para a terceira fase de desconfinamento:

Regras Gerais:

– Já não está em vigor o dever cívico de recolhimento

– Os ajuntamentos passam a ter um limite de 20 pessoas (na Área Metropolitana de Lisboa permanece o limite de 10 pessoas)

Celebrações comunitárias:

– É permitida a realização de celebrações com aglomerações de 20 pessoas. Contudo, a DGS deve determinar as orientações, principalmente a lotação das cerimónias religiosas, dos eventos de natureza familiar (casamentos, batizados, etc) e dos eventos de natureza corporativa realizados em espaços adequados para o efeito.

Trabalho:

– O tele-trabalho já não é obrigatório. Porém, há exceções:

  • os trabalhadores que apresentem um certificado médico que ateste que estão abrangidos pelo regime excecional de proteção de imunodeprimidos e doentes crónicos;
  • os trabalhadores com grau de incapacidade igual ou superior a 60%;
  • trabalhadores com filhos ou outros dependentes a cargo menores de 12 anos ou com deficiência ou doença crónica;
  • quando os espaços físicos e as organizações do trabalho não permitem o cumprimento seguro das orientações da DGS e da ACT;

– Além disso, o Governo também sugere que se opte por um “desconfinamento parcial” através de turnos diários ou semanais, com equipas “em espelho, para poderem ser treinadas metodologias de trabalho” que terão de continuar a ser adotadas devido à pandemia

Comércio, restauração e atividades económicas:

– As lojas em centros comerciais e com área superior a 400m2 podem reabrir (exceto na Área Metropolitana de Lisboa)

– Tendo em conta a aplicação de determinadas condições e o respeito pelas orientações da DGS a generalidade pode retomar o funcionamento (casinos e serviços de tatuagem)

– Em relação à restauração, nestes estabelecimentos e semelhantes deixa de existir a limitação de a ocupação não exceder 50% da capacidade. Mas se forem instaladas barreiras de separação “impermeáveis” entre clientes que se encontram frente a frente e a distância entre as mesas seja de 1,5 metros

Observação: Ainda assim, os restaurantes podem optar por manter as normas da redução de lotação e o distanciamento de dois metros que está em vigor

– As áreas de consumo de comidas e bebidas (food-courts) dos conjuntos comerciais podem reabrir (exceto na Área Metropolitana de Lisboa)

Serviços Públicos:

– No que diz respeito à prestação de serviços, esta mantém-se através dos meios digitais e dos centros de contacto com os cidadãos e empresas

– O atendimento presencial continua a ser feito por marcação prévia

– Reabrem as Lojas de Cidadão (exceto na Área Metropolitana de Lisboa)

– Nos atendimentos presenciais o uso da máscara é obrigatório

Cultura:

– Reabertura das salas de espetáculos, cinemas e auditórios

Observação: Todas as filas podem ser ocupadas, contudo tem de existir um lugar de intervalo entre os espetadores, que serão obrigados a usar máscara

– É permitida a realização de eventos culturais ao ar livre

Observação: O uso de máscara não será obrigatório, mas terão de existir lugares assinalados

Desporto:

– Reabertura de ginásios e academias

Observação: Para além dos cuidados de higiene e desinfeção, a DGS propõe um distanciamento de três metros entre utilizadores, sugere a marcação das aulas e treinos, impõe que apenas possam ser usados os cacifos e sanitários e que todos os funcionários e clientes usem máscara, com exceção aos períodos em que estão a dar aulas ou a treinar, respetivamente.

– Reabertura de piscinas cobertas e descobertas

– Reabertura de infraestruturas para a prática de modalidades desportivas individuais e sem contacto físico

– É permita a prática desportiva ao “universo federado”

Época balnear:

– Reabertura apenas no dia 6 de junho

Observação: No decorrer da época balnear deste ano, os utentes das praias devem assegurar um distanciamento de 1,5 metros entre diferentes grupos e afastamento de três metros entre chapéus de sol, toldos ou colmos.

Os cidadãos devem cumprir as medidas de etiqueta respiratório e proceder à limpeza frequente das mãos, ou seja “evitar o acesso a zonas identificadas com ocupação elevada ou plena”

A fim de informar sobre o estado de ocupação das praias, vai existir uma “sinalética tipo semáforo” que fica:

  • verde se a ocupação é baixa
  • amarelo se a ocupação é elevada
  • vermelho se a ocupação é total

Esta informação será “atualizada de forma contínua, em tempo real”, através da aplicação InfoPraia e na página da internet da APA.

Educação:

­– Reabertura do ensino pré-escolar (a partir de 1 de junho)

– Reabertura das Atividades de Tempos Livres (ATL’s) não integrados em estabelecimentos escolares (apenas a partir de 15 de junho)

– Reabertura das atividades de apoio à família e ocupação de tempos livres (no final do ano letivo, marcada para 26 de junho)

 

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Saiba Mais:

É a partir de hoje, dia 1 de junho, que começa a terceira fase de desconfinamento. Portanto, fique a conhecer aqui as medidas que entram hoje em vigor e as exceções à regra.

A pandemia veio causar grandes mudanças a nível profissional e pessoal. Ainda assim, o crescimento do tele-trabalho revelou-se uma forma de trabalho positiva para grande parte dos portugueses.

O estudo realizado pela JLL em Portugal sobre o tele-trabalho mostra que 95% dos portugueses quer continuar a trabalhar em casa. Saiba mais sobre este e outros resultados obtidos.

Para quem não foi possível o tele-trabalho, uma das medidas do Governo como resposta à pandemia da Covid-19 foi a simplificação da suspensão dos contratos de trabalho. Não compreende ao todo o que isto significa? Então conheça neste artigo as suas características e o que implica.

Está de regresso ao emprego? Então conheça este guia e siga os conselhos e recomendações à risca para um regresso seguro ao trabalho.

Aproveite e fique a par do guia elaborado pela DGERT para prevenir a possível transmissão da Covid-19 no local de trabalho.

Se por outro lado se está à procura de emprego conheça as oportunidades profissionais disponíveis no nosso portal de emprego.

8 Dicas para organizar a sua procura de emprego de forma eficiente

Siga-nos

Artigo anterior 7 Empresas a Recrutar esta semana em Portugal
Próximo artigo Lay-off: salários mais baixos poderão passar a ser pagos a 100%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar